Fonte Greenpace- http://greenpeace.blogtv.uol.com.br/default.aspx

 Internacionalmente conhecido, o escultor de areia Sudarshan Patnaik transformou areia em arte à beira-mar em defesa ao meio-ambiente. As esculturas foram feitas com formato de alguns monumentos tradicionais que são ícones da cultura indiana para simbolizar a vulnerabilidade desses monumentos face o risco do aumento do nível do mar, uma das conseqüências das mudanças climáticas.
7 toneladas de areia foram usadas para a construção das esculturas que durou 2 dias. “O tema aquecimento global é próximo ao meu coração. Eu imagino que o tipo de ruína que a o aumento de temperatura traria a milhões de pessoas. Enchentes, falta d’água, elevação do nível dos oceano, tudo junto devastaria tudo o que temos.” disse Sudarshan. “O impacto da mudança climática já é evidente e não deve ser permitido que isso fuja ao nosso controle. Me assusto pensar que estima-se que Orissa terá de enfrentar 4 milhões de migrantes climáticos, como citado na reportagem do Greenpeace”, disse o artista.

A reportagem que ele menciona é o Alerta Azul, já comentado nesse blog anteriormente, ele alerta para um grande número de pessoas que serão obrigadas a se refugiarem de suas terras devido ao aumento do nível do mar que pode inundaria localidades costeiras.

Anúncios